CONSTELAÇÃO FAMILIAR e GÊMEOS-SÓ-NASCIDOS

 

O Campo morfogenético do SISTEMA GÉMEOS – Método Freni®

Como reconhecemos que o tema central nas falhas em nossas vida é ligado com a temática de gêmeos?

Pois, nossa geração é muito atenta, a respeito do bem estar físico e psiquico. Numa busca permanente de nós mesmos, adquirimos nas últimas decadas muitas práticas para conseguir nossa autonomia e nossa realização. Mesmo assim, estão as áreas mais importantes da vida – o relacionamento conjugal, o relacionamento entre pais e filhos, a realização profissional, a prosperidade material, nossa saúde – ainda acarretaddas de muitas dificuldades. Hoje, nós não sofremos mais da pressão de obedecer comportamentos rígidos socias e morais, que exigem de nós o senso do dever e disciplina, que ainda marcaram nossos pais. Apesar disso, ainda é dificil para muitos de encontrar seu lugar em nossa sociedade e alcançar de maneira satitsfatória objetivos e desejos.

A Drª Graziella Concetta Freni, fez a observação durante suas experiencias profissionais de constelação familiar e sistémica, que 97% dos clientes, que vão para um constelador são gêmeos-só-nascidos. O gêmeo traumatizado, que sobreviveu desenvolve padrões comportamentais, que foram causados pelos acontecimentos intrauterinas e foram exercitados. Estes, são diretamente proporcional, com seu estado de amadurecimento corporal e psiquico. Gravados na memória celular e corporal, estes agem incoscientemente como Matrix para todas experiências futuras.

A morte dos irmãos gêmeos no útero, provoca no sobrevivente um movimento interrompido, que mais tarde tem efeito em todas as partes da vida. A busca infinita de um componente da vida, que não se pode definir concretamente, desvia sempre mais a atenção do presente e interfere aos poucos a qualidade da vida, enquando ela prende todas as energias corporais.

A Constelação Familiar e Sistémica de Bert Hellinger e os trabalhos de Bettina e Alfred Ramoda Austermann, são a base do trabalho da Drª  Graziella Concetta Freni.

A Drª Graziella,  reconheceu atravês das observações fenomenologicas , que um cliente pode atraves da sua memória corporal distinguir ate 250 irmãos gêmeos e continuar ligado a eles durante toda a sua vida.

Se trata das cêlulas-tronco embrionais, que possuem um genoma único e se diferenciam dos outros embrios-gêmeos. Cada celula-tronco começa um desenvolvimento próprio e pode potenzialmente madurecer para um organismo embrional, um embrião, um feto, um recem-nascido.

Também, pode se ver no exame da ultrasonografia, que no estado inicial da gravidez existem varios sacos amnióticos. Estes, tem também, uma grande influencia na percepção de si mesmo do gêmeo sobrevivente e vão ter um efeito consistente sobre sua visão do mundo.

A Drª Graziella, observou também que o desenvolvimento do cerebro tem uma importância significativa. Durante os primiero 41 dias se desenvolve o tronco cerebral. Aqui, se instala tanto o sistema de pertencer como da hierarquia, no qual o gêmeo sobrevivente ocupa seu lugar. Esta hierarquia tem um efeito inconsciente em todos sistemas posteriores.

Do mesmo jeito, cada mecanismo de sobrevivencia è diretamente proporcional a do cerebro maduro desenvolvido.

A Drª Graziella, descobriu  que os irmãos gêmeos constroem no ventre materno um sistema próprio e isso é um campo morfogenético autônomo que antecipa o sistema familiar.

Através, do método de trabalho, elaborado pela Drª Graziella, o cliente integra conscientemente, seus irmãos gêmeos, que constituem seu primeiro sistema de pertença. O movimento da vida é retomado exatamente lá onde foi interrompido. O cliente, faz um passo da sobrevivência para a vida, da reação para a ação: Assim, a energia fica plenamente a serviço da sua vida e desperta de novo a alegria de viver, que habita na origem da nossa criação.

 

1. Constelação no campo morfogenético do sistema familiar

Durante uma constelação, vem sempre a temática a tona que está na superficie da alma do cliente, mesmo que ele tenha formulado sua questão diferente.

“Minha experiência profissisonal me permite disser, que somente um gêmeo-só-nascido pode ser emaranhado. Um não-gêmeo sabe, tomar seu lugar no sistema familiar. Ele pode ter um movimento interrompido com o pai e/ou a mãe, que precisa ser retomado. Porém ele não se impõe de carregar o peso do emaranhamento.“

 

2. Constelação no campo morfogenito do sistema de gêmeos dos pais

O cliente é gêmeo-substituto para os pais. Ele, ocupa o lugar do maior ou menor irmão, ou da maior ou menor irmã para os pais. Muitas vezes acontece, que o cliente supstitui um irmão/uma irmã de um outro saco amniótico.

 

3. Constelação frente a vida

Quando o cliente diante do representante da vida faz um movimento para tras, ele se retira para seus irmãos-gemeos no útero.

A Drª Graziella, observou este movimento no primeiro curso de formação para constelador familiar e o seguiu. Aqui, se originou o principio de seu método de trabalho.

 

4. Constelação com travesseiros e bonequinhos embaixo do véu

Este trabalho, tem uma importância especial, pois ela da ao cliente a possibilidade, de intergrar seu sistema de gêmeos plenamente

 

5. Constelação com representantes embaixo do véu

Nesta fase, de trabalho o cliente tem de novo a possibilidade, através da memória corporal de reviver suas emoções e sentimentos na interação com seus irmãos-gémeos. Atraves disso, também vem a tona, todos os mecanismos de sobrevivência, que o cliente usou depois da perda dos seus irmãos.

 

6. constelação diante da vida

Na última, constelação o cliente fica frente a seus pais e segue seu movimento para eles.